Modelo Design - Escola de Arte
Modelo Design - Escola de Arte

7 REIS VIKINGS E SUAS CONQUISTAS

A reputação era de extrema importância para os vikings. Aos seus olhos, os atos de uma pessoa foram as únicas coisas que durariam eternamente. Seja explorando, conquistando, roubando ou matando, ao longo de suas vidas, eles sempre buscavam por novas façanhas.


7 reis vikings e suas conquistas

A seguir, recontaremos as histórias lendárias de 7 reis vikings e suas conquistas. Confira a lista:


Fonte da Imagem: norskk.com

1. Harald Fairhair, o primeiro Rei da Noruega

Este artigo não estaria completo sem mencionar Harald Fairhair ou Harald I da Noruega. Apesar da história pseudo-mística, a maioria dos historiadores acredita que Fairhair existiu, embora a história original possa não ser tão dramática como é frequentemente retratada em sua saga.


Apoie a Livros Vikings

Citando a Britannica, ele foi um pequeno Rei da Noruega que conquistou vários reinos vizinhos e controlou a maior parte do que hoje é a Noruega. De acordo com um poema escrito no Século XIII, Heimskringla, a Batalha de Hafrsfjord foi um momento importante para o império de Harald.


Datada entre 870 e 900 d.C., a grande batalha envolvia muitos dos reis menores da Noruega. No entanto, o único rei mencionado em algumas fontes históricas é Kjovte, o Rico, que teria fugido após perder para Harald.


O possível local da batalha é marcado por um monumento com 10 metros de altura. Em sua época, Harald conseguiu estabelecer o bloco de poder mais influente da Noruega, que, posteriormente, viria a se tornar o Reino da Noruega.


Fonte da Imagem: en.topwar.ru

2. Rurik, o fundador da Rússia

A dinastia Rurik é uma das maiores da história. Eles foram governantes da Rússia desde a época dos vikings até o reinado de Ivan IV (Ivan, o Terrível). Resumindo, a monarquia russa foi fundada por um viking.


A Crônica Primária da Rússia, compilada em 1113 d.C., conta a história da formação da Dinastia Rúrica. De acordo com a crônica, os eslavos que viviam no território das modernas Ucrânia e Rússia convidaram Rurik e seus dois irmãos para governá-los.


Os eslavos fizeram isso, pois esperavam que Rurik mantivesse a lei e a ordem entre eles. Após a morte de seu irmão, por volta de 862 d.C., Rurik se tornou o governante de Novgorod.


Alguns historiadores do passado questionavam a autenticidade das histórias contadas nas crônicas, embora a maioria dos historiadores modernos as aceite. Como é bem conhecido, o próprio Rurik era um varangiano que havia servido ao imperador bizantino.


Além disso, há evidências de uma significativa influência da cultura viking nos territórios da Rússia e da Ucrânia modernas. O viajante árabe, Ahmad ibn Fadlan, também afirmou ter conhecido os vikings durante uma viagem pela "terra dos Rus" (Rússia).


Fonte da Imagem: prisonersofeternity.co.uk

3. Sitric Cáech e a Batalha de Islandbridge

Os vikings têm uma longa história na Irlanda. A própria cidade de Dublin foi originalmente fundada como um centro viking para o comércio de escravos. Eles foram muito influentes lá, até que foram expulsos de Dublin pelas forças combinadas de vários reis irlandeses. Sitric Cáech foi um desses vikings exilados.