top of page
Patreon | Torne-se um Patrono
Seja um Patrono Livros Vikings

Desvendando mitos: vikings negros

Enquanto a história viking intriga, a existência de vikings negros está envolta em mistério, desafiando o nosso entendimento da Era Viking


Livros Vikings | Desvendando mitos: vikings negros
Uma guerreira viking negra. — Crédito da Imagem: Lorado (modificado pelo artista), fonte: Getty Images via Tuko

Em diversas ocasiões, historiadores descobriram textos antigos que mudaram a história, lançando o mundo no limbo. Isso nos faz questionar: “O que mais não sabemos?”.

 

Os Vikings, que viveram na Escandinávia dos Séculos VIII ao XI, são um dos grupos mais fascinantes e estudados, renomados por suas impressionantes habilidades em navegação e comércio.

 

Apesar dos inúmeros manuscritos e registros históricos que descrevem sua cultura e estilo de vida, algumas perguntas permanecem. Por exemplo, “Houve Vikings negros?”. De fato, é uma questão que requer uma revisão aprofundada desses antigos povos.

 

Você provavelmente já assistiu a filmes e séries de televisão retratando o estilo de vida dos Vikings, e sim, existem pessoas com tons de pele diferentes nesses filmes. Esse fato adiciona mais vigor à ideia da existência de Vikings negros.

 

Índice

 

Portanto, a pergunta: “Há alguma prova de Vikings negros?” requer uma abordagem diferente. E a resposta está nos livros de história e nas descobertas arqueológicas, veja:

 

Quem eram os Vikings?

Você sabia que os Vikings não eram um único povo? De acordo com a História, por volta de 800 d.C. até o Século XI, inúmeros escandinavos deixaram suas casas em busca de fortuna em outros lugares.

 

Essas pessoas vieram das regiões agora conhecidas como Dinamarca, Noruega e Suécia, embora existam registros históricos de vikings finlandeses, estonianos e até saamis.

 


Essas pessoas são aquelas que são coletivamente referidas como Vikings ou Norsemen (Nortenhos). Suas explorações fora de sua pátria os levaram a diferentes territórios, principalmente locais costeiros onde saqueavam mosteiros desprotegidos nas Ilhas Britânicas.


Realize o seu sonho e publique seu livro pela Livros Vikings Editora.

 

Então, o que tornava os Vikings notáveis e únicos? Naquela época, eles atacavam diferentes lugares ao longo da costa; eram considerados incivilizados, e o fato de virem de uma terra estrangeira os tornava ainda mais difíceis de serem compreendidos pelos locais e o “pior”, eles não eram cristãos.

 

Ao longo dos anos, os Vikings deixariam sua marca como piratas, saqueadores, comerciantes e colonizadores na Grã-Bretanha e na Europa. Eles também deixaram sua marca na Rússia moderna, Islândia, Groenlândia e seções da América.

 

No início, os nórdicos de outrora buscavam por riquezas, atacando navios mercantes no Mar Báltico e utilizando esse conhecimento para expandir suas aventuras através do Mar do Norte e além.


Livros Vikings | Um guerreiro viking negro. — Crédito da Imagem: Lorado (modificado pelo artista), fonte: Getty Images via Tuko
Um guerreiro viking negro. — Crédito da Imagem: Lorado (modificado pelo artista), fonte: Getty Images via Tuko

Houve vikings negros?

Registros históricos mostram que eles tinham cabelos claros e pele clara, mas também havia vikings com cabelos escuros e tez morena. A cultura popular retrata os vikings como tendo olhos azuis, cabelos loiros, capacetes de chifre e mais.

 

No entanto, isso é mais sobre entretenimento do que precisão histórica. Por séculos, indivíduos de pele escura viajaram para a Escandinávia ou foram levados para lá como escravos.

 

Portanto é provável que eles tenham se assimilado à população ao longo dos anos por meio da agricultura, casamento, combate e outros fatores culturais.

 

Em seu livro, "A História dos Vikings", Gwyn Jones fornece evidências de que havia indivíduos com perfis raciais diferentes entre os povos escandinavos. Ele afirma que a ideologia de que os vikings eram uma “raça” completamente branca é factualmente falsa, e havia minorias raciais que tinham tons de pele diferentes.

 


Por exemplo, Harald Fairhair, pai do primeiro Rei da Noruega, era Halfdan, o Negro (svarti), e dois de seus filhos também eram Halfdan, um chamado o Branco (hviti) e o outro, interessantemente, o Negro. Todavia, os historiadores como Jones acreditam que "Negro" refere-se à cor do cabelo.

 

O que a pesquisa de DNA diz sobre Vikings negros?

Uma equipe de pesquisadores de diferentes partes do mundo analisou ossos recuperados de mais de 80 locais de indivíduos enterrados entre 2400 a.C. e 1600 d.C. Os resultados da pesquisa de DNA foram publicados em um artigo na revista Nature Science.

 

Foi evidente que partir das descobertas que os vikings eram racialmente diversos. Embora os resultados não apontem exclusivamente para a existência unicamente da raça negra, mostram que algumas pessoas tinham herança tanto sami quanto europeia.

 

Também é importante observar que a pesquisa analisou uma pequena amostra da enorme população da Era Viking.

 

Quem foi o primeiro viking negro?

Infelizmente, não há evidências claras de vikings negros, mas sua possibilidade não pode ser inteiramente descartada, pois evidências mostraram que o grupo era racialmente diverso. Portanto, é difícil apontar quem foi o primeiro viking negro.

 

Quem são os famosos vikings negros?

Não há fortes evidências históricas que levem a um famoso viking negro. Porém houve histórias de vikings provenientes da África. Por exemplo, há um viking do Século X chamado “Blacman” que manuscritos descrevem como tendo a pele escura.

 

Ainda assim, não está claro se sua "tez escura" era por causa de raça ou se por simplesmente ficar bronzeado, ao passar muito tempo ao sol.

 

Os Vikings chegaram à África?

Não há dúvida de que os Vikings exploraram terras distantes em busca de riquezas e colonização, mas eles chegaram à África? Uma de suas áreas de exploração frequentemente esquecida é a exploração da costa africana.

 

Infelizmente, sua história de exploração na África permanece esquecida. Mas, de acordo com várias fontes, inclusive vestígios arqueológicos, os vikings saquearam várias cidades mediterrâneas.

 

Esses relatos mostram que sua frota desembarcou na Mauritânia (atual Marrocos) e avançou para a cidade de Nekor, que era então um dos melhores centros da cultura árabe na região de Rif.

 

Houve vikings negros na Inglaterra?

Não há evidências históricas ou arqueológicas que mostrem que houve vikings negros na Inglaterra. Ainda assim é claro que os Vikings eram um grupo racialmente diverso, e se houvesse negros entre eles, eles chegaram à Inglaterra durante suas explorações.

 

Como os vikings negros eram chamados?

Se houvesse vikings negros, provavelmente não teriam sido chamados de "negros", pois o conceito de raça naquela época diferia do de hoje. Os próprios vikings não se chamavam de "Vikings".

 

Os Vikings tinham escravos negros?

Os vikings praticavam a escravidão e escravizavam pessoas de diferentes raças e etnias, fossem elas brancas, asiáticas, negras etc. Durante seus saques, os vikings roubavam riquezas e capturavam pessoas.

 

Embora não haja evidências fortes de que os vikings tenham escravizado pessoas negras, considerando que escravizavam pessoas de diferentes origens, é provável que tenham escravizado.

 

Considerações finais

Apesar das incertezas que cercam a questão dos Vikings negros, a busca por respostas continua sendo um convite para uma exploração mais profunda do passado.

 

À medida que novas descobertas arqueológicas são feitas e análises mais precisas são realizadas, é possível que surjam evidências mais claras sobre a presença de pessoas de origem africana entre os Vikings.

 

No entanto, independentemente do desfecho dessa questão específica, a verdadeira importância reside na compreensão de que os Vikings eram uma sociedade diversa e multifacetada, composta por uma ampla gama de etnias, culturas e origens.

 

Essa diversidade enriquece ainda mais nossa compreensão da história e nos lembra da complexidade do mundo antigo.

 

Assim, enquanto a pergunta sobre os vikings negros pode permanecer sem resposta efetiva por enquanto, a jornada para compreender a verdadeira extensão da diversidade entre os antigos povos nórdicos é uma viagem que vale a pena empreender.


Para mais notícias sobre achados arqueológicos e história, continue acompanhando a Livros Vikings. Somos um site dedicado a trazer informações históricas e curiosidades sobre a Era Viking. Se você gostou deste artigo, compartilhe-o em suas redes sociais!


FONTE: Tuko

AYUB, Simon. Were there black Vikings in Scandinavia? Their existence in Valhalla explained. Tuko. Nairobi, 29 de fev. de 2024. Disponível em: <https://www.tuko.co.ke/facts-lifehacks/539743-were-black-vikings-scandinavia-existence-valhalla-explained/>. Acesso em: 29 de fev. de 2024. (Livremente adaptado pela Livros Vikings).


Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do Mundo Viking, assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp...


Yorumlar

5 üzerinden 0 yıldız
Henüz hiç puanlama yok

Puanlama ekleyin
Livros Vikings na Google News
bottom of page