top of page
Patreon | Torne-se um Patrono
Seja um Patrono Livros Vikings

NOVO TÚMULO DA ERA VIKING É DESCOBERTO EM OSLO, NORUEGA

Um túmulo com os restos de um escudo e uma fivela de capa foram descobertos durante a construção de uma nova casa no mês de outono. É o primeiro túmulo Viking rico em artefatos que os arqueólogos escavaram em Oslo.


Novo túmulo da Era Viking é descoberto em Oslo, Noruega
A arqueóloga Marianne Bugge Kræmer com a vista do local da descoberta. Holmendammen pode ser visto ao fundo. — Imagem: Byantikvaren, Oslo
Publique seu livro pela Livros Vikings Editora

“Esta é uma colina proeminente, claramente visível no terreno e com uma excelente vista”, disse Marianne Bugge Kræmer ao Science Norway. Ela é arqueóloga no Escritório de Gestão do Patrimônio Cultural do Município de Oslo.


Aqui, na parte superior do pequeno lago chamado Holmendammen, alguém da Era Viking decidiu construir uma sepultura, no que hoje é uma área residencial do oeste de Oslo. Segundo a arqueóloga:


A sepultura está sob uma fina camada de solo superficial e turfa, bem no leste do ponto mais alto, com uma vista fantástica para oeste sobre o Holmendammen de hoje. Este é o vale onde o riacho Holmenbekken corria antigamente.

Seria construída uma nova casa isolada

Holmendammen foi construído no início do Século XX, depois que Holmenbekken foi represado, sendo a represa usada para fazer gelo, de acordo com lokalhistorewiki, um site de informações sobre a história local.


Bugge Kræmer estava encarregada de investigar a sepultura viking, que surgiu enquanto os arqueólogos pesquisavam o local. A investigação foi desencadeada pelos planos de construir uma casa isolada em um terreno de Holmendammen no distrito de Vestre Aker em Oslo.


Holmendamen na década de 1920. Holmenkollåsen, famosa por suas instalações de esqui, pode ser vista ao fundo. — Imagem: Biblioteca Nacional da Noruega
Holmendamen na década de 1920. Holmenkollåsen, famosa por suas instalações de esqui, pode ser vista ao fundo. — Imagem: Biblioteca Nacional da Noruega

Broche da Era Viking

Os restos de um túmulo viking ricamente decorado apareceram aqui. Restos humanos cremados foram descobertos, assim como muitos outros objetos.


Os arqueólogos encontraram fragmentos de um vaso de pedra-sabão. Havia também um broche penanular — também conhecido como broche celta —, uma foice, duas facas, arreios para cavalos, como uma possível rédea e um sino, disse Bugge Kræmer. A descoberta foi relatada pela primeira vez pela NRK Oslo e a Viken.


Um escudo também foi descoberto no túmulo. Como a madeira se desintegra ao longo dos séculos, muitas vezes a parte redonda de metal que permanece.


O broche penanular, em particular, que data o túmulo como sendo da Era Viking.


Por enquanto, a sepultura foi datada com base nos artefatos que ela contém. Esse tipo de broche com esferas começou a aparecer por volta de 850 d.C. e se tornou comum após o Século X d.C.

Alguns dos objetos que foram desenterrados da sepultura. A caixa na parte inferior contém os restos do broche da capa com esferas, o que ajuda os arqueólogos a atribuir uma data preliminar ao achado. — Imagem: Byantikvaren em Oslo
Alguns dos objetos que foram desenterrados da sepultura. A caixa na parte inferior contém os restos do broche da capa com esferas, o que ajuda os arqueólogos a atribuir uma data preliminar ao achado. — Imagem: Byantikvaren em Oslo

Para o registro, a Era Viking é definida como o período entre 793 d.C. a 1066.


Esta é uma datação provisória, uma vez que os achados da sepultura estão no Museu de História Cultural para conservação e posterior pesquisa. Mas, esta fivela pode nos dizer algo sobre quem foi enterrado aqui.


Abaixo você pode ver onde Holmendammen está localizado em Oslo:


Localização de Holmendammen em Oslo, Noruega
Localização de Holmendammen em Oslo, Noruega

Gênero e coisas


Esse tipo de broche de capa era usado por homens e, junto com a descoberta de um escudo, sugerem que o falecido era um homem.

Glørstad é arqueóloga e professora associada do Museu de História Cultural da Universidade de Oslo. Ela está trabalhando com os Holmendammen encontrados no museu.


Muitas informações podem ser extraídas de achados arqueológicos. O DNA antigo pode ser extraído de ossos e, por exemplo, revelar parentesco, gênero e outras características herdadas.


Uma escavadeira foi usada para remover a camada superior de terra, de modo que o solo abaixo fosse revelado. As investigações foram financiadas pela Diretoria Norueguesa de Patrimônio Cultural, já que o projeto era de uma iniciativa privada menor. O desenvolvedor não incorreu em nenhuma despesa, de acordo com Marianne Bugge Kræmer.


Um exemplo notável disso é o famoso túmulo viking de Birka, na Suécia. Por mais de 150 anos, acreditou-se que a pessoa enterrada ali era um guerreiro, até que pesquisadores em 2017 fizeram uma análise genômica que revelou que os restos mortais pertenciam de fato a uma mulher. Entretanto, os restos da sepultura em Holmendammen poderão não ser examinados dessa maneira. Segundo Glørstad:


Neste momento, os objetos estão em nosso laboratório de conservação e estamos esperando que estejam prontos para podermos dizer mais sobre a descoberta. Não encontramos restos não queimados de ossos, então não poderemos extrair o DNA.

Aprenda sobre os vikings, lendo uma das obras da Livraria Especializada Livros Vikings

Resta saber quais informações os pesquisadores podem descobrir sobre a pessoa que foi enterrada. Um relatório sobre a descoberta será preparado.


Sepulturas de Oslo

Glørstad afirmou que este é o primeiro túmulo Viking rico em artefatos em Oslo, escavado por arqueólogos. Mas muitos objetos que podem ser ligados a sepulturas vikings foram encontrados por, entre outros, trabalhadores da construção civil ao longo dos anos.


Glørstad disse que eles estão cientes da descoberta de aproximadamente 60 sepulturas da Era Viking em Oslo. A maioria foi encontrada por volta da virada do século, em 1900, quando a cidade se expandiu para St.Hanshaugen, Grünerløkka, Bjølsen, Tåsen e Sinsen.


Isso envolve muitos itens individuais que talvez possam estar conectados a um túmulo e, em alguns casos, sendo encontrados em uma pilha ou junto de ossos queimados, contou, Glørstad.


Por exemplo, uma espada viking foi encontrada quando a nova prefeitura de Oslo era erguida na década de 1930. Esta é apenas uma das muitas descobertas que o ex-condado conservacionista Frans-Arne Stylegar descreveu em seu blog, concluiu Glørstad.


FONTE: Science Norway

BIØRNSTAD, Lasse. Viking grave discovered in the middle of Norway's capital Oslo. Science Norway. Oslo, 22 de dez. de 2022. Disponível em: <https://sciencenorway.no/archaeoloy-viking-age-vikings/viking-grave-discovered-in-the-middle-of-norways-capital-oslo/2128522>. Acesso em: 22 de dez. de 2022 (Livremente traduzido e adaptado pela Livros Vikings).


Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do mundo viking, assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp... Siga-nos nas Redes Sociais.


Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
Livros Vikings na Google News
bottom of page