top of page
Patreon | Torne-se um Patrono
Seja um Patrono Livros Vikings

O massacre viking da Caverna Dunmore na Irlanda

A Caverna Dunmore (Dunmore Cave) é na verdade um sistema de cavernas do condado de Kilkenny, na Irlanda, formado ao longo de milhões de anos pela água glacial derretida, que dissolveu quimicamente o calcário carbonífero inferior permeável.


O massacre viking da Caverna Dunmore na Irlanda
A Caverna Dunmore. — Crédito da Imagem: iStock

A Dunmore é uma das maiores cavernas naturais da Irlanda, estendendo-se por cerca de 402 metros, chegando a 46 metros de profundidade. O interior contém numerosas formações finas de calcita, como a Market Cross, uma grande coluna de calcita em forma de cruz com 5,8 metros de altura.


A referência histórica mais antiga à caverna está no Trecheng Breth Féne — A Tríade de Julgamentos dos Irlandeses —, mais conhecida como “As Tríades da Irlanda”. As Tríades são uma série de manuscritos que datam do Século XIV ao XIX d.C., e descrevem a Caverna Dunmore (escrito como Dearc Fearna) como um dos “três lugares mais sombrios da Irlanda”.


Isso pode ser uma referência aos “Anais dos Quatro Mestres”, uma crônica da história medieval irlandesa, compilada entre 1632 e 1636. Os documentos registram a Caverna Dunmore como sendo o local de um grande massacre viking ocorrido no Século X.


De acordo com o texto, Gofraid ua Ímair, um líder hiberno-escandinavo viking de Dublin, demoliu e saqueou Dearc Fearna (Caverna Dunmore), onde mil pessoas foram mortas, conforme descrito:


Nine hundred years without sorrow, twenty-eight, it has been proved, ‘Since Christ came to our relief, to the plundering of Dearc-Fearna — Novecentos anos sem tristeza, vinte e oito, foi provado: desde que Cristo veio em nosso socorro, para a pilhagem de Dearc-Fearna.

A evidência arqueológica é incapaz de confirmar com segurança os eventos descritos nos Anais, no entanto, grandes quantidades de ossos humanos foram recuperadas do interior da caverna durante uma escavação de 1869. Em 1973, os arqueólogos encontraram restos mortais de 19 adultos e 25 crianças, além de um tesouro de moedas de prata datado de 930 d.C.


De acordo com uma interpretação do arqueólogo Neil Jackman, os vikings encontraram um grupo de aldeões que se abrigavam na caverna. Incapazes de forçá-los e capturá-los, os vikings acenderam grandes fogueiras na entrada da caverna, privando os aldeões de oxigênio. Isso resultou em um sufocamento lento até a morte.


Fonte: Heritage Daily

MILLIGAN, Markus. Dunmore Cave – a Viking Massacre. Heritage Daily. St. Albans, 12 de mar. de 2023. Disponível em: <https://www.heritagedaily.com/2023/03/dunmore-cave-a-viking-massacre/146489>. Acesso em: 15 de mar. de 2023. (Livremente traduzido e adaptado pela Livros Vikings)


Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do Mundo Viking, assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp... Siga-nos nas Rede Sociais.


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Livros Vikings na Google News
bottom of page