• Livros Vikings

RIOURIK, O PRIMEIRO GOVERNANTE VIKING DA RÚSSIA, SERÁ?

Tão pouco se sabe sobre Riourik, o fundador da Dinastia Riurikovich (Dinastia de Rurik), que ainda há dúvidas sobre a sua existência.


Riourik, o primeiro governante viking da Rússia, será?
Rorik de Dorestad. — Getty Images
Apoie a Livros Vikings...

A primeira menção a Riourik está na Crônica Primária, a mais antiga crônica russa existente. No entanto, o problema é que ela foi escrita no Século XII, entre 150 e 200 anos após a suposta morte de Riourik. A escassez de informações é o motivo pelo qual, as discussões sobre essa personagem continuarem até hoje.


Na Europa, os Séculos do VIII ao XI são conhecidos como a “Era Viking”, quando os governantes escandinavos sitiavam, saqueavam e cobravam impostos de cidades e estados europeus. No Século XI, colônias nórdicas também chegaram à América do Norte. Foi nessa época — como indica a Crônica —, que em 862 d.C. um Varègue (nome dado aos vikings da Europa Oriental) chamado Riourik, e seus irmãos (ou associados) Sinéous e Trouvor, teriam sido convidados às terras russas por várias Tribos eslavas que habitavam a região de Novgorod.


Publique seu livro pela Livros Vikings Editora.

De acordo com a Crônica, a mensagem que o povo eslavo enviou aos Varangianos foi: “Nossa terra é grande e rica, mas falta ordem. Venham, sejam nossos príncipes e governem-nos”. Riourik então teria ido para Novgorod e se tornado seu soberano, enquanto seus "irmãos" teriam se sentado em Beloozero (Sinéous) e Izboursk (Trouvor). Após a morte dos irmãos de Riourik, ele teria se tornado o único governante dessas terras até sua morte em 879, quando o poder teria passado para Oleg, o Sábio. É assim que a dinastia Riourikid teria começado.


No entanto, isso realmente aconteceu? Apresentaremos os dois pontos de vista: o dos historiadores que acreditam que Riourik foi um verdadeiro líder viking e o daqueles que afirmam que ele nunca existiu.


Convite para Varègues. Miniatura da Crônica de Radziwiłł do Século XV. — Domínio público

Riourik é uma figura histórica verdadeira

Os defensores da "teoria nórdica" afirmam que Riourik é uma figura histórica verdadeira, um líder viking na origem do futuro Estado russo. O historiador Yevgeny Ptchelov, principal defensor desta teoria e autor da biografia científica de Riourik, afirma que os varangianos das crônicas russas eram nórdicos, ou seja, chefes escandinavos, e que Riourik era de fato um deles.


Ele também observa que no início do Século XVI, Spiridon, o Metropolita de Kiev, traçou a genealogia dos grandes príncipes de Moscou até Riourik, enquanto afirmava que este último era descendente de um parente de Augusto (63 a.C. - 14 d.C.), o imperador romano. Assim, os grandes príncipes de Moscou deveriam ser tratados como descendentes de Augusto e, portanto, como figuras soberanas. Para o estado de Moscóvia, as origens de Riourik foram uma base ideológica para o governo dos Riourikides. Mas existem fontes suficientes para provar que Riourik realmente existiu?


Aprenda sobre os vikings, lendo uma das obras da Livraria Livros Vikings

Dados arqueológicos provam que no Século IX, quando acredita-se que Riurik tenha vivido (sua morte, segundo as crônicas, data de 879), as terras do norte da Rússia — Novgorod, Pskov, Izboursk e outras cidades — sofreram de fato uma forte influência das tribos varangianas escandinavas e mantinha relações comerciais com elas. Os primeiros nomes russos, como Oleg, Gleb, Igor, Rogneda e outros, têm raízes escandinavas, e a palavra "Rus”, que mais tarde se tornou a raiz do nome "Russos", era a origem da qual Riourik pertencia, de acordo com a Crônica Primária”.


Muitos historiadores russos famosos, incluindo Georgi Vernadsky (1887-1973), Boris Rybakov (1908-2001) e outros, afirmaram que o Riurik que foi à Rússia era conhecido na Europa como Rorik de Dorestad (810-880), um viking dinamarquês que conquistou as terras da Jutlândia (hoje conhecida como Península Cimbriana), governou a cidade medieval de Dorestad, ocupou brevemente as terras holandesas, incluindo Utrecht, e que nos seus últimos anos chegou às terras de Novgorod e tributou as tribos eslavas em troca para sua proteção.


Como outro historiador russo especializado na Idade Média, Anton Gorski, observou, em certas crônicas bizantinas, o povo russo é referido como "o povo nativo dos francos (um povo germânico)", o que sugere que Riurik de Novgorod e Rorik de Dorestad podem muito bem ser a mesma pessoa. No entanto, não há nenhuma evidência histórica ou arqueológica incontestável para a existência de Riourik, o que faz muitos especialistas duvidarem.


Riourik é um mito

Os historiadores russos Vladimir Petroukhine e Elena Melnikova consideram, por sua vez, que a história do convite dos Varangianos é um mito histórico. Segundo eles, essa lenda corresponde aos relatos populares tradicionais sobre as origens do poder do Estado e da dinastia governante, que também podem ser encontrados em histórias antigas de outros povos.


O historiador Igor Danilevski, outro renomado estudioso da história russa antiga, medieval e principal oponente de Yevgeny Ptchelov na questão da existência de Riourik, afirma: “A lenda do convite de Riourik é um mito, e não sabemos se tem alguma base na realidade”.


Para provar seu ponto, Danilevski enfatiza o seguinte fato. Widukind de Corvey (925-973 d.C.), um cronista saxão medieval que viveu um século após a suposta existência de Riourik, e cerca de um século antes da criação da Crônica Primária, mencionou em sua própria crônica, História do Saxões, que os britânicos enviaram aos saxões quase a mesma mensagem que os eslavos enviaram aos varangianos: "Nossa terra é rica e fértil, mas estamos constantemente sob ataque [por outras tribos]".


Danilevsky prossegue argumentando que a cronologia da Crônica Primária é puramente fictícia e foi criada por razões políticas, a fim de apoiar ideologicamente a legitimidade da dinastia Riourikid, que no Século XI se esforçou para controlar as terras russas — enquanto as tribos nômades da Europa Central e até mesmo Oriental eram rivais dos Riourikides neste assunto.


A discussão da realidade de Riourik como uma figura histórica provavelmente nunca terminará entre os historiadores russos. Fontes recém-descobertas podem lançar uma nova luz sobre o assunto. Por enquanto, o consenso é que um príncipe, possivelmente Riourik, realmente fundou a dinastia Riourikid, que eventualmente assumiu o poder político na Rússia e fez de Moscou sua capital. O ano de 862 d.C. ainda é considerado o início da história política russa. No entanto, a Rússia não foi incorporada como um estado em 862 — isso aconteceu muito mais tarde, provavelmente no Século XV, durante o reinado do Grande Príncipe de Moscou, Ivan III.


FONTE: Russia Beyond

MANAÏEV, Gueorgui. Riourik, premier souverain de Russie, est-il un personnage réel ou un mythe? Russia Beyond. Moscou, 19 de jul. de 2021. Disponível em: <https://fr.rbth.com/histoire/86826-riourik-realite-mythe-premier-souverain-russie>. Acesso em: 19 de jul. de 2021. (Livremente traduzido pela Livros Vikings)


Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do Mundo Viking, assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp... Siga-nos nas Redes Sociais.


#viking #vikings #eraviking #medieval #riourik #reiriourik #rus #rusvikings #russia #vikingsrussos #livrosvikings

81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo