• Livros Vikings

IRLANDÊS BUSCA HONRAR OS SEUS ANCESTRAIS VIKINGS LEVANDO DA NORUEGA À IRLANDA UMA CHAMA MÍTICA

Atualizado: Mai 15

Darragh Carroll, 25 anos, partiu sozinho da ilha norueguesa de Tromoya em um tradicional barco norueguês de madeira chamado Ran.

Darragh Carroll completou sua épica aventura após seis meses.

O marinheiro irlandês está perto de concluir uma épica viagem solo de seis meses, levando da Noruega para a Irlanda, uma mítica chama nórdica. Darragh Carroll é Chef no condado de Dublin e explicou que Ran, nome de seu barco, é a Deusa dos Mares na Mitologia Nórdica. Carroll disse que a inspiração para a viagem veio de um incêndio na floresta de Tromoya — uma área ligada aos vikings. E que seria apropriado levar o fogo de Tromoya para a colina de Uisneach, no condado de Westmeath — um antigo local cerimonial irlandês. Ele planejava estar em casa no Natal, mas o mau tempo atrasou o seu progresso antes que as fortes tempestades de janeiro o colocassem em risco mortal e ameaçassem minar completamente a sua viagem. Sua jornada começou navegando de Tromoya para o porto norueguês de Hugueasund, antes de um percurso de três dias pelo Mar do Norte até as Ilhas Escocesas de Shetland. De lá, ele viajou para as Ilhas Órcades e planejava ir para a Escócia continental.

Quando se dirigia ao continente escocês, Carroll sofreu um desastre. Ao contornar Cape Wrath, no noroeste da Escócia, ele foi pego pela maré cheia durante a tempestade Brendan — uma enorme tempestade que atingiu a Irlanda e a Grã-Bretanha em meados de janeiro. O solitário marinheiro irlandês disse que mal conseguia se levantar no convés do navio e acabou perdendo o controle do barco, devido ao vento forte. Em vez de enfrentar a tempestade, Carroll decidiu conduzir o navio à segurança e foi se abrigar em Lough Eriboll, nas proximidades. Ele ainda encontrou enormes dificuldades ao levar a embarcação na direção certa durante a tempestade. Com pouco combustível, Carroll teve que entrar no lough usando a vela, e logo descobriu que o lough não era o porto seguro que ele esperava. Na verdade, fortes rajadas de vento tiraram a âncora do navio da água, enquanto ele tentava ancorar na parte sul do lago, disse Carroll. Apoie a Livros Vikings, saiba como... Ele então decidiu atracar o barco em uma praia próxima, mas teve outros problemas. Os fortes ventos eventualmente fizeram com que o barco virasse, a cerca de 20 jardas (18m) da costa. "Comecei a fazer tudo o que podia para manter a água fora, mas enchia muito rápido", disse Carroll ao Northern Times em janeiro. O homem de 25 anos foi forçado a abandonar o navio e enfrentar as águas tempestuosas para chegar em segurança à costa. "Decidi abandoná-lo, então coloquei um traje de sobrevivência, pulei na água e nadei os 20 metros até a praia". Carroll encontrou abrigo em uma casa de férias não utilizada, que conseguiu acessar sem causar danos. Os moradores notaram atividades suspeitas na casa de férias durante a manhã seguinte e ligaram para a polícia que entrou em contato com o proprietário. Felizmente para Carroll, o proprietário ficou feliz por ter conseguido encontrar acomodações durante a provação. O proprietário Andrew Adamson disse ao Northern Times: "Nossa primeira preocupação foi com o bem-estar desse intrépido marinheiro, e estamos satisfeitos por nossa pequena cabana poder oferecer-lhe abrigo durante o que deve ter sido uma provação terrível". A polícia, juntamente com alguns moradores, levou comida a Carroll para fornecer sustento antes que uma equipe local ajudasse a guarda costeira a remover a embarcação da água em uma árdua operação de 14 horas. "Foi incrivelmente inspirador ver os moradores e os trabalhadores dispostos a ficar na chuva da manhã à noite para me ajudar", disse Carroll na época. No entanto, enquanto o navio era recuperado com sucesso, Carroll tinha uma tarefa em mãos — reparar o barco em nível satisfatório para completar a sua jornada. Ele passou dois meses trabalhando na embarcação, mas o motor inundado mostrou-se irrecuperável, assim, tal qual os vikings, foi forçado a completar sua jornada apenas com a energia eólica. Apesar das dificuldades que enfrentou durante a viajem, Carroll manteve as chamas nórdicas acesas. Agora que ele está quase de volta à Irlanda, e planeja descansar por alguns dias antes de seguir à Colina de Uisneach. Ele viajará do sul de Dublin ao estuário do rio Shannon, na fronteira de Limerick e Kerry. De lá, ele subirá o rio Shannon de barco até chegar à colina de Uisneach, na qual planeja chegar ao topo a cavalo.

FONTE: Irish Central O’BRIEN, Shane. Irishman brings Norse myth flame back home on daring solo mission. Irish Central. Dublim, 14 de mai. de 2020. Disponível em: <https://www.irishcentral.com/news/irishman-norse-myth-flame-daring-mission>. Acesso em: 14 de mai. de 2020. (Livremente traduzido pela Livros Vikings) Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do Mundo Viking assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp... Siga-nos nas Redes Sociais. #viking #vikings #eraviking #medieval #norsemythology #mitologianórdica #trip #viagem #irlanda #vikingsnairlanda #livrosvikings

Parceiros:

Modelo Design é parceira da Livros Vikings
Denis Matyis é parceiro da Livros Vikings
Vila Viking Brasil é parceira da Livros Vikings
Walfenda é parceira da Livros Vikings
Hidromel Yggdrasill é parceira da Livros Vikings
O Mercado Viking é um parceiro Livros Vikings
UNIP Ourinhos é parceira da Livros Vkings
Nórdicos Estradeiros são um parceiro Livros Vikings

LIVROS VIKINGS

Av. Paulista 171, 4º andar, Bela Vista, São Paulo-SP, 01310-000

CNPJ: 35.663.864/0001-78 · IE: 128201172111

Prazo máximo de entrega: 30 dias (Brasil)

WhatsApp: +55 (11) 9-8263-4066

© 2019 por LIVROS VIKINGS. Orgulhosamente criado pela LV-SVO

Código de Defesa do Consumidor

  • RSS Livros Vikings
  • Spotify Livros Vikings
  • Deezer Livros Vikings
  • Facebook/livrosvikings
  • Instagram/livrosvikings
  • WhatsApp Livros Vikings
  • Livros Vikings no Google
  • Skoob Livros Vikings
  • Youtube Livros Vikings
  • LinkedIn Livros Vikings
0