Modelo Design - Escola de Arte
Modelo Design - Escola de Arte

CONHEÇA AS ILHAS FAROÉ, FAMOSAS PELA FORTE PRESENÇA DOS VIKINGS

Uma viagem às Ilhas Faroé é como retornar à época em que a vida era primitiva e simples, além de serem férias perfeitas e inesquecíveis.


Conheça as Ilhas Faroé, famosas pela forte presença dos vikings

Frequentemente, os territórios se tornam mais famosos quando ficam independentes. Entretanto, algumas ilhas e territórios impressionantes permanecem como parte de um país maior e, com isso, muitas vezes são esquecidos pela mentalidade popular. As Ilhas Faroe são um exemplo. Durante a Era Viking, elas foram colonizadas pelos vikings, assim como a Groenlândia e a Islândia.


Mas, ao contrário da Islândia, elas nunca se tornaram totalmente independentes; em vez disso, como a Groenlândia, elas são parte do Reino da Dinamarca. Hoje, são um local deslumbrante para se visitar, um destino único e interessante à espera de ser descoberto.


Sobre as Ilhas Faroé

  • Onde: 200 milhas ou 320 km ao norte da Escócia

  • População: 53.000

  • Status: país constituinte da Dinamarca (autônomo)

  • Temperatura média no verão: 12 ° C ou 54 ° F

  • Temperatura média no inverno: 5 ° C ou 41 ° F


Fonte da Imagem: Instagram/visitfaroeislands

O clima é subpolar oceânico, tornando-o ventoso, úmido, frio e nublado. Ainda assim, a temperatura média permanece acima de zero durante todo o ano, devido aos efeitos de aquecimento decorrentes da Corrente do Golfo. A latitude norte contribui para um crepúsculo perpétuo nas noites de verão e a luz do dia nas profundezas do inverno é muito curta.


Curiosidade: "OE" nas ilhas "Faroe" significa "ilhas", por assim dizer "Ilhas Faroe" é um pouco redundante, tal qual o deserto do Saara, pois "Saara" já significa "o deserto".


Diferentemente da Islândia, os vikings não foram os primeiros a pisar nessas ilhas. Em vez disso, parece ter havido dois períodos sucessivos antes da chegada dos famosos nórdicos e seus escaleres. O primeiro assentamento parece ter sido entre 300 e 600 d.C. e o segundo entre 600 e 800 d.C.


Os antepassados ​​dos habitantes atuais foram os vikings — especificamente os noruegueses que começaram a colonizar essas ilhas inóspitas por volta do ano 800 d.C. Eles falavam o Nórdico Antigo do Oeste, que cresceu e se desenvolveu como a versão da língua falada hoje nas ilhas — a língua feroica.


Havia três grupos de vikings:

  • Noruegueses: principalmente da Noruega, Ilhas Faroé, Islândia e Groenlândia;

  • Dinamarqueses: principalmente da Dinamarca e das Ilhas Britânicas

  • Suecos: principalmente da Suécia e da Europa Oriental

Entre 1035-1814 as Ilhas Faroé eram parte do Reino da Noruega (que seu uniu com a Dinamarca em 1450). Em 1814, a Noruega tornou-se parte da Suécia, enquanto a Dinamarca ficava com as Ilhas Faroé.


Viajar às Ilhas Faroé

Apesar de seu isolamento no Atlântico Norte, as Ilhas Faroé estão bem conectadas, com voos regulares de Copenhague na Dinamarca, Paris na França, Reykjavik na Islândia, Edimburgo na Escócia e Bergen na Noruega. Os três últimos voos duram menos de uma hora. As duas companhias aéreas que voam para as Ilhas Faroé são Scandinavian Airlines e Atlantic Airways.


Outra opção para quem tem mais tempo e senso de aventura é a balsa. Esta opção lenta de viagem é operada pela Smyril Line e parte da Dinamarca e da Islândia.


Curiosidade: as Ilhas Faroe são de "Faereyjar", que significa "Ilhas das Ovelhas".


Longe das multidões de turistas, as Ilhas Faroé estão muito fora do caminho e, portanto, fornecem um grande exemplar de paisagens dramáticas e selvagens do Atlântico Norte. O cenário é tranquilo e relaxante. A principal cidade e capital é Tórshavn e há até uma espécie de vida noturna por lá. As ilhas são incrivelmente verdes e montanhosas, estando todas interligadas por estradas e/ou balsas.


As atividades nessas ilhas giram em torno de caminhadas e da exploração de belos ambientes, além de agrestes ao ar livre. Há uma série de passeios para escolher, mas é fácil criar o próprio roteiro, autoguiado por essas ilhas esquecidas.


Fonte da Imagem: Instagram/visitfaroeislands

Tórshavn

Tórshavn é a principal povoação e capital deste arquipélago. As casas são coloridas e têm o nome do deus nórdico que empunhava um martelo (e agora super-herói da Marvel), Thor. A cidade tem quase metade da população destas ilhas com cerca de 20.500 habitantes e fica na ilha de Streymoy — a maior das 18 ilhas das Faroé.


Curiosidade: Thor, Thunder e Thursday derivam da mesma palavra. Thor é o Deus do Trovão e quinta-feira é literalmente o "Thursday (Dia de Thor)".