Patreon | Torne-se um Patrono
Seja um Patrono Livros Vikings

ARQUEÓLOGOS NORUEGUESES CONCLUÍRAM A ESCAVAÇÃO DE UM NAVIO FUNERÁRIO VIKING DESCOBERTO EM 2018

Arqueólogos noruegueses concluíram a escavação de um navio funerário da Era Viking, descoberto em 2018 em Gellestad, a sudeste de Oslo, graças aos levantamentos de georadar. No total, os cientistas têm à disposição cerca de 8.000 fragmentos de objetos.


Arqueólogos noruegueses concluem a escavação de um navio funerário viking
Arqueólogos estudando os restos da quilha do navio. — Foto: Museu Kulturhistorisk

Os primeiros estudos mostraram que a cerca de 50 centímetros de profundidade estavam os restos de um barco, cujo comprimento era de cerca de 20 metros. Perto deste objeto havia vários outros montes da era viking, os restos de grandes salões, sendo o maior deles com 60 × 15 metros.


Aprenda sobre os vikings lendo uma das obras da Livraria Livros Vikings

Em 2020, os cientistas escavaram pela primeira vez em um século um navio funerário na Noruega. Os arqueólogos sugeriram que esta nau foi construída por volta de 750-850 d.C. Uma pessoa presumivelmente nobre e influente foi enterrada nela. No entanto, o monte sofreu no Século XIX, quando junto de cemitérios vizinhos, foi arado por fazendeiros.


Arqueólogos noruegueses liderados por Christian Løchsen Rødsrud, do Museu de História da Universidade de Oslo, concluíram oficialmente a escavação. Apesar de ladrões e fazendeiros danificarem gravemente o monte, os cientistas conseguiram encontrar um total de 8.000 fragmentos de vários objetos, ossos, pedaços de ferro e cobre.


A descoberta mais notável foi uma grande conta de âmbar. O buraco no artefato, segundo os arqueólogos, sugere que ele estava preso a uma roupa ou a um objeto simbólico importante, como uma espada ou sua bainha. Talvez o âmbar também tenha sido usado como talismã e colocado na sepultura para ajudar o falecido a passar para a vida após a morte. Além disso, em um dos blocos de solo, os cientistas notaram, com a ajuda de uma varredura por computador, outro eixo semelhante.


Foi encontrada uma coleção de pequenas contas, que parecem ter sido um colar ou pulseira. Um dos blocos de solo continha uma marca de ferrugem de um grande machado, o qual parece ter sido roubado por ladrões. Outro machado estava sob os restos das tábuas — com metal fortemente enferrujado. Na parte afetada do navio e na câmara mortuária, os arqueólogos removeram 25 dentes de cavalo, além de 560 fragmentos de ossos de ungulados. Aparentemente, o cavalo (ou vários deles) e o gado foram mortos como parte de um ritual fúnebre.


Atrás da parede da câmara mortuária, os cientistas encontraram vários ossos humanos carbonizados, que podem servir como evidência de sepultamento secundário. Embora os especialistas tenham admitido que os ossos vieram de outra sepultura e acabaram ali durante a construção do monte. Os restos de uma crista também foram encontrados ao lado deles.


Entre outras descobertas, os arqueólogos notaram os restos de um baú, uma pedra de amolar e 1.300 pregos de navio, fixados na posição exata, permitindo imaginar a estrutura do navio. Além disso, os pesquisadores recuperaram pedaços bem preservados da quilha com comprimento total de nove metros, bem como os resquícios da cobertura do convés.


FONTE: N + 1

PODREZOV, Mikhail. Норвежские археологи завершили раскопки погребального корабля викингов. N + 1. Moscou, 05 de jan. de 2022. Disponível em: <https://nplus1.ru/news/2022/01/05/viking-ship>. Acesso em: 06 de jan. de 2022. (Livremente traduzido pela Livros Vikings)


Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do Mundo Viking, assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp... Siga-nos nas Redes Sociais.


#viking #vikings #eraviking #medieval #barco #barcoviking #navio #nau #drakkar #knörr #chalupa #noruega #vikingsnoruegueses #história #ciência #arqueologia #livrosvikings

Livros Vikings na Google News