Patreon | Torne-se um Patrono
Seja um Patrono Livros Vikings

A ORIGEM VIKING, A ASCENSÃO E QUEDA DA RÚSSIA KIEVANA

Dados históricos apontam que durante e imediatamente após o reinado de Yaroslav, o Sábio, a Rússia Kievana foi o maior país europeu de seu tempo.


A ascensão e queda da Rússia Kievana
Fonte da Imagem: Pixabay

A origem do estado e o próprio nome da Rússia ainda são objeto de debate entre os historiadores. De acordo com a história “oficial”; A Crônica dos Anos Passados — Повість врем'яних літ —, o mais antigo relato histórico russo, escrito entre o final do Século XI e o início do Século XII no Mosteiro de Pechersk, perto de Kiev, Kiev, que foi fundada pelo viking Oleg Vesti — (provavelmente) irmão do varegue Rurik, que ganhou o controle de Ladoga em 862m d.C.—, quem construiu o assentamento de Holmgard perto da Novgorod de hoje.


Aprensa sobre os vikings lendo uma das obras da Livraria Especializada da Livros Vikings

Oleg Vesti foi o governante de Novgorod por volta de 879 d.C. Em 882, ele conquistou Smolensk e Kiev, que devido à sua posição estratégica no rio Dnieper, tornou-se a capital da Rússia. Expandindo o seu poder, Oleg uniu as tribos eslavas e finlandesas locais, derrotando os Cazares e em 911, concluiu os acordos comerciais com Constantinopla.


O sucessor de Oleg, Igor, que é considerado o fundador da dinastia Rurik — que governou a Rússia até o Século XVII —, era menos capaz do que seu tio. Por exemplo, o tratado que ele concluiu com Constantinopla em 945 continha condições menos favoráveis ​​do que as de 911.


Em seus escritos, o imperador bizantino Constantino VII Porfirogênito descreveu os costumes comerciais da Rússia Kievana daquela época. “Durante o inverno, os príncipes de Kiev visitavam as tribos vizinhas para coletar tributos, que consistiam em peles, dinheiro e escravos. Quando a primavera chegava, eles carregavam seus bens em pequenos barcos e os transportavam através do Dnieper em comboio para desencorajar os ataques das tribos nômades das estepes. Seu destino era Constantinopla, onde seus direitos comerciais são estritamente definidos por contrato”.


O filho de Igor, Svyatoslav (em vez de quem Olga governou como regente de 945 a 963) foi o último dos príncipes de Kiev a aderir às tradições escandinavas. Desde que Vladimir I assumiu o poder (em 980, depois de matar Svyatoslav), a linhagem Rurikovic se converteu ao cristianismo e, depois disso, toda a Rússia Kievana foi batizada.


O governo de Vladimir deu início à idade de ouro da Rússia Kievana, mas o esplendor dessa época repousava sobre uma base instável, porque a conexão entre o estado e os seus súditos era frouxa.


O único elo que até então unia as tribos conquistadas, era o poder do Grão-Duque de Kiev. O povo pagava impostos ao Estado e quase todo o resto ficava para o Grão-Duque, quem assim conseguia preservar suas estruturas e hábitos tradicionais.


Um evento de grande significado durante o reinado de Vladimir foi sua aceitação à fé ortodoxa cristã em 988 d.C. A conversão veio após uma aliança com o imperador bizantino Basílio II, que prometeu a mão de sua irmã a Vladimir em troca de ajuda militar e aceitação do cristianismo. Após a supressão dos costumes religiosos tradicionais em Kiev e Novgorod, começou a disseminação do rito bizantino por todo o país.


Após a morte de Vladimir em 1015, seguiu-se um período de incerteza devido às batalhas fratricidas. O filho sobrevivente mais velho de Vladimir, Sviatopolk matou três de seus irmãos e assumiu o poder em Kiev. Então o irmão sobrevivente - Yaroslav, governador de Novgorod - com o apoio dos novgorodianos e com a ajuda de mercenários Varja (vikings), derrotou Sviatopolk e se tornou o Grão-Duque de Kiev em 1019.


Durante o reinado de Yaroslav, o Sábio, Kiev tornou-se o centro político e cultural da Europa Oriental. Jaroslav embelezou sua capital com a Catedral de Santa Sofia, uma igreja construída em estilo bizantino, que é preservada até hoje. Jaroslav também colecionava livros e os entregava para tradução. Ele apoiou o clero e os mosteiros. Ele também fundou a primeira escola do país.


Publique seu livro pela Livros Vikings Editora

Dados históricos dizem que durante e imediatamente após o reinado de Yaroslav, o Sábio, a Rússia Kievana foi o maior país europeu de seu tempo.


Na tentativa de impedir o derramamento de sangue familiar do qual ele também participou para chegar ao poder, Yaroslav introduziu um decreto de herança, entretanto, acreditando que o território da Rússia Kievana como um todo pertencia à família.


Seu decreto não teve efeito duradouro. Após a morte de Jaroslav em 1054, seus filhos continuaram a lutar entre si.


O título de Grão-Duque de Kiev perdeu seu significado, e a conquista mongol no Século XII acabou com o poder de Kiev.


FONTE: Vesti Online

USPON i pad Kijevske Rusije. Vesti Online. Nova Belgrado, 08 de mar. de 2022. Disponível em: <https://www.vesti-online.com/uspon-i-pad-kijevske-rusije/>. Acesso em: 08 de mar. de 2022. (Livremente traduzido pela Livros Vikings)


Seja uma das primeiras pessoas a receber as novidades do Mundo Viking, assinando a nossa Newsletter ou adicionando-nos em seu WhatsApp... Siga-nos nas Redes Sociais.


#viking #vikings #eraviking #medieval #história #cultura #conhecimento #ucrânia #kiev #rússia #russiakievana #rusdekiev #varegue #varja #suécia #vikingssuécos #livrosvikings

Livros Vikings na Google News